.::. SINAL .::.
 

Área de Filiados

Matrícula:
Senha:

Não tem ou esqueceu a senha?

    Busca

 
 
Portal Sinal
 
Informativos   

 

11/6/2007-O professor Quick pergunta:
Valor Online - Por Stela Campos

Para Quick, a prevenção é um instrumento muito poderoso e que não é bem entendido por líderes e administradores

Apesar do sobrenome em inglês significar rapidez, o professor James Quick não costuma ter muita pressa no seu dia-a-dia. Especialista renomado no estudo do estresse, ele raramente usa o celular. "Quando alguém precisa falar comigo, marca uma hora por e-mail e liga", diz. "Não lido com pessoas em crise, então elas podem esperar", justifica.

 

Professor de comportamento organizacional da Univesidade do Texas, nos Estados Unidos, onde também dirige a Goolsby Leardership Academy, Quick é autor de 17 livros e mais de 100 artigos sobre estresse. Junto com o irmão, co-autor em algumas de suas obras, foi um dos criadores do termo "tecnoestresse" e é reconhecido com um dos pioneiros na implantação de sistemas de prevenção da doença.

 

No próximo dia 24, ele desembarca pela quinta vez no Brasil para participar do IX Fórum Internacional de Qualidade de Vida no Trabalho, que acontecerá entre os dias 26 e 28, em Porto Alegre. Quick comparecerá a convite do International Stress Management Association do Brasil (Isma-br).

 

Antes de mais uma incursão no país, Quick concedeu uma entrevista ao Valor , onde falou sobre o avanço do estresse nos países onde a economia vai bem mas o emprego é escasso, como no Brasil e na China. Disse ainda como gerencia o próprio tempo para ter uma vida mais tranqüila. A seguir alguns trechos:

 

Valor: Existem diferenças no nível de estresse das pessoas que trabalham nos países mais desenvolvidos e nos emergentes?

 

James Quick: Eu acho que existem algumas diferenças sim. Nos EUA, ele é um pouco maior do que o observado nas economias mais desenvolvidas da Europa. Na maioria dos países europeus hoje existe mais segurança em relação ao trabalho. A exceção é o Reino Unido. Lá a economia está mais próxima da americana, portanto, existem mais incertezas em relação ao emprego, o que faz toda diferença. Minha percepção da China, onde já estive inúmeras vezes, e do Brasil, é que existe muita competitividade por emprego, já que as economias cresceram de forma madura e estabilizada. Isso afeta o nível de estresse.

 

Valor: É possível estimar quanto as empresas perdem por conta do nível de estresse dos empregados?

 

Quick: Tenho estudos que falam sobre o custo da saúde ocupacional em ambientes de trabalho, que é um dos grandes problemas globais. O International Labour Office (ILO), em Genebra, na Suíça, estima que 2,2 milhões de pessoas por ano são mortas em acidentes ou por doenças no trabalho. O número é menor na Europa e em alguns países desenvolvidos. Também sabemos que o risco é maior nos países em desenvolvimento. Este número, inclusive, deve estar subestimado pela dificuldade que temos em coletar esse tipo de dado.

 

Valor: Qual a relação entre o estresse e a violência?

 

Quick: Parte do problema da violência é o que vimos recentemente no incidente em Virgínia Tech, quando um homem se matou e tirou mais 32 vidas. É um caso extremo de tirania, um alto nível de violência. Assédi



          
 

 
  Convênios
 Desenvolver líderes: uma missão quase impossível?
 Assédio Moral no Trabalho: Prevenção e Combate.
 Corrida pela saúde.
 Mudando seu estado e transformando sua vida.
 Esquenta disputa pelo controle da Nova Varig
 Começa hoje prazo para declaração do IR; baixe o programa
 Em busca de novos desafios - Uma reflexão
 Trabalhador poderá receber adicional de 5% por tempo de serviço a cada 3 anos.
 Estresse X Trabalho
 Promoção ou mudança: o que fazer para transformar sua carreira em 2007?

2390 registros encontrados
  Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | Prxima