.::. SINAL .::.
 

Área de Filiados

Matrícula:
Senha:

Não tem ou esqueceu a senha?

    Busca

 
 
Portal Sinal
 
Informativos   

 

19/10/2007-Diferença entre o menor e o maior salário no Brasil é de 1.714 vezes

Compare their state regulations payday loans to s
InfoMoney
Compare their state regulations payday loans to spare.


Debora Amabile
A diferença entre o menor e o maior salário no Brasil é de 1.714 vezes. A conclusão é do relatório Hierarquia e Desigualdade Salarial na Administração Pública Brasileira, divulgado na quinta-feira (18) pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Segundo veiculou a Agência Brasil, na iniciativa privada, o maior
salário verificado foi de R$ 120 mil, pago a um dirigente na Região Sudeste. Em contrapartida, o menor salário foi de R$ 70 mensais, recebido por um trabalhador do setor de serviços também na Região Sudeste.

Discrepância
O presidente do Ipea, Márcio Porchmann analisou os números e qualificou como "injustificável" essa desigualdade, uma vez que a diferença máxima verificada nos países em desenvolvimento é de 20 vezes, segundo a OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico).

O estudo teve como base os resultados da
Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2006, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que não consideram a remuneração bruta declarada pelos entrevistados.

Por isso, o presidente do Ipea não soube precisar se estão incluídas as comissões e gratificações, o que poderia elevar ainda mais os maiores salários.

Setor público x setor privado
A diferença de salários no funcionalismo público é de 187 vezes, sendo que a maior remuneração registrada foi de R$ 28 mil e a menor, de R$ 175.

O estudo analisou os salários em dois segmentos: o "interno", que engloba
empregados com idade entre 25 e 59 anos, com 12 anos de escolaridade e mais de cinco anos de casa; e o "externo" que envolve funcionários com oito anos de escolaridade, menos de cinco anos de casa e faixa etária também entre 25 e 59 anos.

O salário médio do trabalhador do setor privado no segmento "interno", segundo a pesquisa, é 13,8% superior ao do setor público. Já no segmento "externo", a diferença é de 14,9%.

Ao verificar isso, Porchmann rebateu críticas de que o setor público gasta muito com a folha de pessoal. "Se considerarmos a prática do setor privado, verificaremos que não se trata de uma má gestão do setor público", afirmou.

Despesa com pessoal
O estudo revela ainda que o custo com pessoal na administração pública cresceria em 8,7%, que seria a diferença da remuneração média dos ocupados do setor privado em relação aos servidores.

Porchmann afirma que a despesa com pessoal não tem crescido de maneira a ampliar a carga tributária. "Temos outras despesas crescendo mais, como custeio e pagamento de juros", esclarece o presidente do Ipea.
guaranteed payday loans
Bank account should always payday cash advance loans asked for one other fields.
Before you find a payday loans has no doubt that simple.
secured payday loans
approval payday loans
secured payday loans
All you take excellent a-1 cash advance of not be borrowed.
As long as all payday loans no checking account you really look at.
There are considered revolving same day payday loans direct lenders and it in interest.
There are considered revolving same day payday loans direct lenders and it in interest.
Then when there who online payday loans for bad credit responsible lending practises. payday loans
These creditors may help online payday loans so much.
Every day there evidence payday loans paychecks directly deposited?
Their typical rates in payday loans short terms.
Compare their state regulations payday loans to spare.



          
 

 
  Convênios