.::. SINAL .::.
 

Ńrea de Filiados

MatrŪcula:
Senha:

N„o tem ou esqueceu a senha?

    Busca

 
 
Portal Sinal
 
Informativos   

 

24/1/2008-Motivação contra rigidez

Many people have done payday loans to detect.

RhCentral
Many people have done payday loans to detect.


Gilberto Wiesel

√Č comum encontrarmos pessoas dispostas a zelar pela sa√ļde f√≠sica.Elas dedicam parte do seu tempo prevenindo-se de poss√≠veis doen√ßas. Conscientes do seu papel, elas fazem sua parte, enquanto outros deixam na m√£o dos especialistas a solu√ß√£o da sa√ļde.√Č bom lembrar que a compet√™ncia dos outros nem sempre salva nossa vida. Para muitos est√° faltando compet√™ncia para administrar e prevenir futuras doen√ßas. Isso explica a grande incid√™ncia de morte devido a problemas card√≠acos.Sem nossa interfer√™ncia consciente, as art√©rias v√£o aos poucos obstruindo nossa vida. E o que contribuiu para a obstru√ß√£o das art√©rias? Querem saber? Pois bem, em grande parte podemos atribuir a causa principal √† rigidez.

O que é RIGIDEZ?

Rigidez est√° definida no dicion√°rio como dureza, tens√£o, rigor e aspereza.

Isso significa que a rigidez é o oposto de flexibilidade.

A maioria das pessoas pode ser considerada r√≠gida e, nesse caso n√£o importa o grau de instru√ß√£o, a classe social, nem o cargo que ocupa. Este dado √© alarmante, √† medida que sabemos que o grau de rigidez de uma pessoa determina o grau de relacionamento que ela tem com o mundo e por conseq√ľ√™ncia, consigo mesma.

O interessante √© a rela√ß√£o direta que existe entre sa√ļde f√≠sica e postura de vida.

Sabe-se hoje que uma das grandes causas de morte, no mundo, é provocada pela aterosclerose.

A aterosclerose √© uma doen√ßa inflamat√≥ria cr√īnica que evolui com a forma√ß√£o de placas de gordura que v√£o se instalando, aos poucos, nas paredes das art√©rias, comprometendo o c√©rebro, o cora√ß√£o, rins, os membros superiores e inferiores. As art√©rias v√£o perdendo sua flexibilidade, tornando-se duras e r√≠gidas. V√°rios s√£o os fatores de risco, entre eles destaco a vida sedent√°ria e o estresse emocional. A rigidez, portanto, √© um p√©ssimo sinal. O corpo f√≠sico grita em forma de doen√ßa, denunciando a postura r√≠gida que mantemos em rela√ß√£o √† vida.

Portanto, viva a FLEXIBILIDADE. Viva as pessoas com motiva√ß√£o suficiente para lerem os novos tempos. Estamos numa √©poca em que a sa√ļde e o trabalho est√£o interligados.

A flexibilidade é o antídoto contra a rigidez. Precisamos de flexibilidade nas artérias e na vida. Quantos de nós insistimos em manter um estilo de vida, mesmo sabendo que ele não é adequado.

Este é o caso dos fumantes, dos sedentários, dos autoritários, dos rebeldes, dos obesos, dos pessimistas, dos rígidos com colegas e familiares, dos negativos, dos tristes e confusos, enfim, uma infinidade de comportamentos tão ásperos que corroem qualquer artéria.

Nas organiza√ß√Ķes empresariais, encontramos muitos motivos para entupimento de art√©rias. Tudo √© sempre muito urgente, mais do que o corpo f√≠sico consegue suportar. √Č l√≥gico que o corpo n√£o resmunga, nem reclama, o que ele faz √© adoecer. E √†s vezes √© tarde demais para qualquer possibilidade de mudan√ßa. Pois o tempo cansa de nos dar um tempo e ent√£o envelhecemos antes do esperado.Isso √© t√£o intenso que chegamos ao ponto de nos atrofiarmos. O interessante √© que, na maioria das vezes, somos respons√°veis pelo que fazemos ao nosso corpo e, portanto, ao nosso destino.

Em todo processo de limpeza, somos obrigados a jogar fora o que pesa, o que nos enferruja, o que nos limita e, finalmente, o que nos absorve a ponto de nos tornarmos rígidos e doentes. Por esse motivo devemos fazer de tudo para flexibilizar a vida. Dessa forma, as artérias ficarão flexíveis também e, em silêncio, elas nos permitirão mais tempo de vida. De vida plena!

 

A rigidez impede que absorvamos o melhor da vida. Flexibilizar, portanto, é um ato que acena para uma vida longa... Uma longa vida, na qual o bem estar é compromisso diário!

Diga não à rigidez, diga sim à VIDA!

 
  ConvÍnios